Campeã mundial de jiu-jítsu, Mackenzie Dern

Holly Ron Mma

Cris Cyborg

  • Campeonato Cearense

    #SomosVencedoras .
    #AmamosOqueFazemos
    #PoderFeminino
    #Sanda !

  • Maristela Alves Do Nascimento


    8X campeã cearense em aanda ( 2007-2014)
    Tri-campeã cearense em Shuai Jiao (2010-2013)
    Campeã Brasileira sanda 2007
    Bi-campeã Brasileira em Shuai Jiao(2010-2011)
    Campeã SulAmericana em sanda2013
    campeã intinternacional em sanda 2013
    vice Campeã mundial em sanda 2013
    campeã Norte Nordeste em sanda 2014
    campeã Pan-Americana em sanda 2014

  • O Poder Feminino

    Ronda Jean Rousey (Santa Mônica, 1 de fevereiro de 1987) é uma ex-judoca e lutadora de artes marciais mistas (MMA) estadunidense. É ex-campeã mundial do UFC e do extinto Strikeforce. Foi a última campeã peso-galo do Strikeforce e a primeira detentora do Cinturão Peso Galo Feminino do UFC, perdendo seu título para Holly Holm.[1]

    Ela foi a primeira atleta a conquistar uma medalha olímpica feminina no judô para os Estados Unidos, um bronze, em Pequim 2008, depois de ser campeã panamericana na Rio 2007 e vice-campeã mundial também no Rio de Janeiro em 2007.

  • Sexo Frágil ?

    Judô[editar | editar código-fonte]
    Em 2004, aos 17 anos, Ronda classificou-se para os Jogos Olímpicos de Atenas, tornando-se a mais jovem judoca a participar dos jogos. No mesmo ano, ganhou a medalha de ouro no Campeonato Mundial Junior, em Budapeste na Hungria.

    Em 2006, aos 19 anos,ganhou a medalha de bronze no Campeonato Mundial Junior, tornando-se a primeira atleta americana a conquistar duas medalhas do Mundial Junior.

    Em Fevereiro de 2007, subiu para categoria até 70 kg, onde foi classificada como uma das três melhores lutadoras do mundo. No mesmo ano, ela ganhou a medalha de prata, na categoria peso médio, no Campeonato Mundial de Judô e a medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos.

    Em Agosto de 2008, participou dos Jogos Olímpicos de Pequim, na China. Foi derrotada nas Quartas de Final pela holandesa ex-campeã mundial Edith Bosch, porém se qualificou para disputar a medalha de bronze através da repescagem. Rousey derrotou Annett Boehm por Yuko conquistando a medalha de bronze (Nota: O Judô oferece duas medalhas de bronze por categoria de peso). Com a vitória, se tornou a primeira americana a conquistar uma medalha olímpica no Judô feminino desde sua inclusão como esporte olímpico, em 1992.[3]

    MMA[editar | editar código-fonte]
    Fez sua estréia como lutadora de artes marciais mistas em 6 de agosto de 2010 pelo evento amador Tuff-N-Uff: Las Vegas vs. 10th Planet Riverside, onde derrotou Hayden Munoz.[4] Rousey ainda fez mais duas lutas amadoras contra Autumn Richardson e Taylor Stratford, Rousey venceu ambas as lutas por finalização arm lock com menos de um minuto de luta

    Em 23 de março de 2011 fez sua estréia profissional no evento King of the Cage: Turning Point, onde obteve êxito contra a brasileira Ediene Gomes.[5] vencendo por finalização arm lock aos 0:25 do 1° round. Fez sua segunda luta como profissional contra Charmaine Tweet no HKFC: School of Hard Knocks 12, vencendo também por finalização.

  • Esporte de Combate

    - Nas Olimpíadas de Londres 2012, o boxe foi uma das modalidades olímpicas. Foi também a estreia do boxe feminino em Jogos Olímpicos. O Brasil teve uma boa participação no evento com três medalhas conquistadas. O boxeador brasileiro Esquiva Falcão ganhou uma medalha de prata, enquanto que Yamaguchi Falcão e Adriana Araújo levaram de bronze.

    - A primeiro boxeador brasileiro a conquistar uma medalha olímpica foi Servílio de Oliveira. O feito ocorreu nas Olimpíadas da Cidade do México em 1968, sendo que a medalha conquistada foi de bronze.

    - A única edição dos Jogos Olímpicos que não houve disputas de boxe foi em 1912 (Olimpíadas de Estocolmo). Em função de uma lei que proibia a prática do esporte no país, o boxe não foi relacionado como modalidade olímpica.

    - Um dos movimentos defensivos mais usados no boxe é a esquiva. Através da esquiva, o boxeador consegue sair de um golpe sem ter que usar os braços, movimentando apenas o corpo (principalmente a cabeça e o tronco).

    - O boxe fez sua estreia como esporte olímpico no ano de 1904, durante a

  • Atletas de Boxe Chinês. Sanda

    Boxe Chinês (SANDA)

    Também conhecido como Sanda (散打), o Boxe Chinês é uma modalidade de luta esportiva que se baseia nas artes marciais chinesas, como o Kung Fu.

    Semelhante a outras modalidades de luta bastante conhecidas, como o Kickboxing (キックボクシング), o Muay Thai e o Full Contact, as técnicas do Boxe Chinês consistem em chutes e socos, com um diferencial de ter como aspecto principal também as técnicas de projeções e quedas, presentes nas artes marciais chinesas em geral e também em artes marciais de outros países, como o Judô e o Jiu-Jitsu, originários do Japão.

    Em nossa escola, o Boxe Chinês é praticado como a aplicação em luta esportiva do Kung Fu, nas próprias aulas, e ainda como uma modalidade individual, dando oportunidade ao praticante de ter um treinamento completo dentro da arte marcial e ainda poder desenvolver o lado competitivo para lutar na regra de Boxe Chinês ou até em outras regras de luta.

    As aulas de Boxe Chinês proporcionam condicionamento físico completo, tanto para as pessoas que desejam entrar em forma, tanto para aquelas que querem se tornar lutadores para competição. Com esse treinamento a pessoa pode alcançar melhor resistência física, condição aeróbica, elasticidade e definição muscular.

    Por ser um esporte, o Boxe Chinês pode ser praticado por qualquer pessoa, em qualquer faixa etária, sem a necessidade de qualquer experiência dentro de alguma arte marcial. Apesar de ser um esporte de contato, os praticantes não tem a obrigatoriedade de competir. A prática pode ter apenas como objetivo a melhora da saúde e da condição física.

    O Boxe Chinês, como uma modalidade esportiva de luta bastante completa, pode se adequar a quase qualquer técnica da maioria das artes marciais, sendo uma excelente opção para as pessoas que desejam desenvolver o combate esportivo de contato com projeções e quedas.